7 dicas sobre Segurança da Informação na sua empresa

Julho 22, 2018 Uncategorized 0 Comments

O mundo digital foi a grande revolução na forma de nos relacionarmos e de fazermos negócios. Hoje é uma realidade tão perene que ninguém mais discute ou se espanta com as novidades que surgem todos os dias.

Há alguns anos surgia o e-commerce com milhões de empresas do comércio tradicional migrando para  mercado digital, hoje temos mais milhões que já nasceram digitais e as startup que trazem ideias inovadoras a todo tempo.

Fazer negócios online virou a rotina, mas infelizmente ainda convivemos com as ameaças digitais, criminosos que vivem de roubar dados, senhas e causar grandes prejuízos. Em 2017 tivemos a devastadora experiência dos ataques om resgate em bitcoins, colocando o mundo dos negócios em alerta.

Mas estar online não é mais uma opção, e precisamos descobrir formas de proteção cada vez mais eficazes para seguir investindo e obtendo sucesso.

O que você pode fazer em seu negócio para se proteger? Vamos falar aqui de 7 dicas sobre segurança da informação na sua empresa

1. Muito cuidado com os dados da sua empresa na rede

É comum as empresas trocarem dados de cadastro, porém é preciso ter muito cuidado com este procedimento.

Com fornecedores, a principal dica de segurança é inserir estes dados diretamente em páginas de preenchimento de cadastro dos sites deles, para evitar o trânsito dos dados por e-mail, principalmente nas famosas fichas de cadastro anexadas, que muitas empresas ainda usam.

Com clientes, tente ao máximo a solução acima, até mesmo em páginas genéricas de Contate-nos que parecem com e-mails. Ainda é melhor que o e-mail tradicional.

Mas em todas as situações, verifique se o site da empresa tem certificado de segurança (próxima dica).

2. Priorize o relacionamento com sites com maior nível de segurança

Podemos dizer que neste dica a diferença é uma letra: S.

Quando acessamos um site https, ele tem uma camada de segurança adicional. O seu site, quando acessa o site de um fornecedor ou cliente, reconhece este nível de segurança e ambos passam a gerar uma troca de conteúdo criptografada – uma linguagem interna que somente eles podem interpretar e traduzir para a leitura de quem gerou a conexão.

No mundo real, é como se eu e você (os sites) falássemos um idioma que só nós dois conhecemos, um criminoso colocasse uma escuta mas não entenderia uma palavra sequer e traduzíssemos por escrito para as pessoas de confiança à nossa volta (a leitura de tela).

É recomendável que o seu site também tenha esta camada de segurança, pois ela é cada dia mais exigida nas relações digitais entre sites para que esta segurança adicional seja alcançada.

3. Atenção total com os e-mails, corporativos e pessoais

Grande parte dos crimes virtuais começa no uso de e-mails com conteúdo infectado. É muito importante que todos os colaboradores da empresa tenham cuidados essenciais para evitar as ameaças.

  • O remetente, na grande maioria, é um indicador de que devemos mandar o e-mail para a lixeira.
  • Se o remetente for conhecido, avalie se o conteúdo não é da rotina de envio dela – uma corrente por exemplo. Se desconfiar, descarte e contate a pessoa para confirmar se ela está enviando ou orientar sobre o risco.
  • Independente do remetente, o ideal é não abri links e anexos de e-mails pessoais no ambiente de trabalho.
  • Se algum comportamento suspeito acontecer após abrir um link ou anexo de e-mail, contate urgentemente o suporte de TI.

4. Crie uma Política de Segurança

A melhor forma de criar o engajamento de todos é criar uma Política onde você pode listar todas as recomendações, como as do itens anteriores e mais algumas. Como Política, as pessoas respeitam, devido às consequências que o mau uso pode trazer para elas.

5. Tenha uma equipe dedicada de Segurança de Informação – própria ou não

É altamente recomendável ter uma equipe de TI que, entre outras atividade, dê um foco na questão de Segurança da Informação da sua empresa. Ou contratar uma empresa que preste suporte permanentes – nos dois casos, a disponibilidade para resolver problemas é fundamental.

6. Um ótimo antivírus é essencial

Um programa de antivírus é o principal item uma solução de Segurança da Informação de uma empresa. Ele exerce diversos controles e bloqueios contra a grande maioria das ameaças.

Devemos ter em mente que a velocidade de criação das ameaças é alto, infelizmente, e os antivírus podem não estar 100% atualizados sobre elas. O importante aqui é usar uma empresa que tenha reconhecimento não só de qualidade quanto de desenvolvimento constante de versões mais abrangentes.

Um dica: a frequência de atualização online das versões do programa e do banco de dados de ameaças reconhecidas – e que o antivírus já consegue combater. Um antivírus de qualidade mantém uma rotina de atualização durante todo o funcionamento dos equipamentos.

A escolha de um bom antivírus é essencial para a proteção dos seus dados e do seu computador.

7. Backup na nuvem, uma proteção adicional

O armazenamento na nuvem é uma excelente opção para protegermos os dados da perda total, que só pode ser provocada não só por ataques mas também por acidentes.

Existem ótimas opções no mercado que usam soluções de Segurança de Informação de alto nível para dar o principal aos seus clientes – proteção total.

 

Felizmente existem mais opções – algumas mais técnicas – para ajudar a preservar as informações da sua empresa. Acredito que estas já garantem uma proteção muito boa.