3 formas de investir na sua educação em tempos de crise

A crise econômica que já vivemos há alguns impõe muitas restrições para as pessoas e empresas. Reduzir investimentos e consumo, cortar gastos, replanejar projetos. E com o maior de todos os fantasmas, o desemprego, assolando quase 14 milhões de trabalhadores, existe quase uma paralisia em algumas despesas, dentre elas a de Educação.

Porém, é nela onde mais precisamos estar atualizados e preparados para as oportunidades de trabalho, para os novos empregos da realidade digital e até mesmo para o Empreendedorismo. Deixar de investir na Educação pode comprometer ainda mais as chances diante de um mundo dos negócios tão complexo.

Listei abaixo 4 formas de investir na sua educação em tempos de crise, para que você não fique para trás na corrida profissional.

Mas antes: pesquise sobre as novas e as promissoras qualificações.

O mercado de trabalho e de negócios atual tem um dinamismo que não vimos em outras eras, por conta da entrada do mundo digital, da globalização total entre pessoas e o e-commerce.

E a internet nos dá um universo para pesquisar quais atividades estão em alta e escolher as que mais se alinham com nossas habilidades ou desejos. Desempregado ou não, o mercado atual tem possibilidades que jamais imaginávamos há 10 anos e você pode até mesmo mudar de atividade.

A partir das escolhas, é possível dar um novo sentido e foco ao caminho profissional e buscar as qualificações corretas, mesmo na crise.

1) Cursos online para todas as atividades do mercado de trabalho.

Nenhuma atividade ou nível de graduação escapa ao EAD (ensino à distância), incluindo Pós-Graduações e MBA. Podemos conciliar a rotina do dia a dia com o estudo, criando horários onde o rendimento é melhor.

Estes cursos também representam um custo menor, pois o processo de criação das aulas é de baixo custo e alguns são ao vivo. Outro dado importante é a economia com o material digital, transporte e alimentação. E para todas as áreas também podemos encontrar cursos gratuitos de ótima qualidade. Procure em plataformas de ensino como o Hotmart e o Descola que têm muitas opções nos mais variados temas.

Tudo isso faz dos cursos online uma excelente opção de investimento em Educação em tempos de crise.

2) Cursos para Concursos: um investimento com retorno promissor.

Este é um nicho específico, pois são cursos voltados para determinados cargos, mas a oferta de cursos online e presenciais a bons preços é grande. Uma vantagem nestes cursos é que você pode programar-se em relação aos cargos que quer disputar, optando por cursos mais longos (custo menor) ou começar com um curso online para depois aprimorar em aulas particulares ou cursos presenciais quando estiver próximo das provas.

E a oferta de empregos públicos tende a aumentar nos próximos anos, poucos concursos foram feitos durante a recessão e existe uma grande baixa por aposentadoria.

3) Cursos de Tecnólogos: ótima alternativa de qualificação em prazo menor.

Os cursos de Tecnólogo são aqueles que tem reconhecimento como cursos superiores, porém de duração (2 a 3 anos) e conteúdo menores. O mercado de trabalho, ao longo dos anos, vem reconhecendo a qualidade e a qualificação que estes cursos dão, e isto abre uma oferta de empregos, mesmo não tenho, na maioria das vezes, a mesma remuneração.

Investir em cursos de Tecnólogo é uma possibilidade onde podemos usar os empréstimos online, uma modalidade de crédito que vem ganhando espaço, com custo final bem inferior aos empréstimos bancários e sem as exigências de financiamentos estudantis públicos.

E mesmo com restrição no nome, é possível solicitar um empréstimo em empresas específicas que atendem esse tipo de solicitação. Conheça essas empresas em https://bonsinvestimentos.com.br/emprestimo-pessoal-negativado-restricao/ e também descubra quais passos dar para conseguir seu empréstimo.

 

Educação continuada e qualificação são armas poderosas para se destacar no mercado de trabalho, principalmente os tão competitivos quanto os atuais.

Sucesso!